CONFIRA AS DICAS PARA PROTEGER SEUS DOCUMENTOS NO CARNAVAL

Em caso de perda ou roubo de documentos, é importante seguir alguns passos para evitar o uso indevido como fraudes em seu nome   A poucos dias da maior festa popular do país, o Carnaval, muitos já estão com o roteiro definido para aproveitar o feriado prolongado, seja no agito dos blocos de rua, no sambódromo ou nos salões, seja descansando em algum lugar distante da folia. Independente do destino, para evitar a perda ou roubo dos documentos pessoais é preciso ter alguns cuidados.   Para que as pessoas não passem essa dor de cabeça, comum em feriadões prolongados como este, a área de Serviços ao Consumidor da Boa Vista SCPC preparou algumas dicas:   Dica nº1: Leve apenas o necessário Antes de sair de casa verifique quais documentos estão na bolsa ou carteira, avalie se realmente todos os cartões, documentos e cheques serão usados. É aconselhável ter consigo apenas itens imprescindíveis.   Dica nº2: Cartões e folhas de cheque Se o consumidor tiver mais de um cartão, deve concentrar as despesas apenas em um deles e deixar os demais em casa. Já para folhas de cheque, é aconselhável destacar apenas uma ou duas folhas sem preencher nenhum campo ou assinatura, deixando o talão em casa.   Dica nº3: Documentos de Identificação É imprescindível ter sempre em mãos um documento de identificação, mas não é preciso ter todos ao mesmo tempo na carteira, leve apenas o RG ou a Carteira de Habilitação. Guarde em um local seguro, preferencialmente junto ao corpo, como numa pochete, doleira ou bolsa pequena, junto a algum dinheiro e o cartão de crédito ou débito.   Dica nº 4: Cuidado com itens nos bolsos Guardar documentos nos bolsos não é seguro. Por isso evite deixar cartões, dinheiro ou documentos nos bolsos traseiros de calças, saias, shorts ou bermudas. Além de prevenir roubos, evita também que as coisas caiam ao ir ao banheiro, ao sentar ou ao dançar.   Dica nº 5: Tumultos Ao perceber movimentação diferente ou suspeita, o consumidor deve tentar manter-se afastado da aglomeração. Se possível, deve procurar algum estabelecimento próximo ou dirigir-se para o lado oposto. Nesses momentos algumas pessoas podem se aproveitar da situação para realizar roubos, não só de documentos, como também de aparelhos celulares.   Se mesmo após seguir as dicas acima, ocorrer o roubo ou a perda de documentos, o consumidor deve registrar um Boletim de Ocorrência em uma delegacia e em seguida entrar no site www.consumidorpositivo.com.br e utilizar o serviço SOS Cheques e Documentos. Ao efetuar o alerta, os lojistas e instituições financeiras receberão o aviso, para que se previnam caso alguém tente utilizar os mesmos em compras indevidas. Desta forma, fraudes utilizando seus dados poderão ser evitadas.  

Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo elege presidente e vices para biênio 2019/2021

O empresário sorocabano José Alberto Cépil foi reeleito na Região Administrativa 9   A Assembleia Geral para eleição do presidente e homologação dos vice-presidentes regionais da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), para o biênio 2019/2021, foi realizada nesta segunda-feira. O engenheiro e empresário Alfredo Cotait Neto é o novo presidente. É a primeira vez que Cotait assume a presidência da entidade. “Vamos intensificar o trabalho de reorganizar e fortalecer a Facesp. Nossa plataforma principal é alçar a entidade ao papel de protagonista na defesa da livre iniciativa e do empresariado paulista, posicionar a entidade num contexto nacional”, frisou. O presidente eleito lembrou ainda que as Associações Comerciais não dependem de verba pública, subsídios e também não fazem parte do sistema S: “dependem do sistema das próprias associações, que é exatamente o sistema para o qual nós trabalhamos”.   A Facesp reúne mais de 400 associações no Estado de São Paulo, organizadas em 20 Regiões Administrativas (RAs). Para representar a RA9, foi reeleito o empresário sorocabano José Alberto Cépil, tendo sua história marcada pelo trabalho realizado a frente da Associação Comercial de Sorocaba entre os anos de 2015 e 2018.   “Vamos lutar pela manutenção da união entre as associações comerciais, que integram a RA9 e criar vínculo maior com a Facesp para melhorar a oferta de produtos e serviços. Também é nosso objetivo, discutir alternativas para fomentar o desenvolvimento da atividade comercial“, ressalta Cépil.   A RA-9 reúne as cidades de Alumínio, Araçoiaba da Serra, Boituva, Cerquilho, Cesário Lange, Conchas, Ibiúna, Indaiatuba, Itu, Laranjal Paulista, Mairinque, Piedade, Pilar do Sul, Porto Feliz, Salto, Salto de Pirapora, São Roque, Sorocaba, Tapiraí, Tatuí, Tietê e Votorantim.   Sérgio Reze, presidente da Associação Comercial de Sorocaba, destaca a importância de o empresário José Alberto Cépil representar a região. “Nossa missão é contribuir para o desenvolvimento regional e isso se conquista através da união com as outras entidades. Vamos desenvolver um excelente trabalho”, ressalta.   Vice-presidentes eleitos Marco Aurélio Bertaiolli: diretor vice-presidente tesoureiro Roberto Mateus Ordine: diretor vice-presidente secretário João Bico de Souza: diretor vice-presidente Abdo Hadade: diretor vice-presidente Jorge Aversa: diretor vice-presidente Ary de Oliveira Russo: diretor vice-presidente Farid Murad: diretor vice-presidente para assuntos de comércio exterior RA 1 – São Paulo: Giacinto Cosimo Cataldo RA 2 – Metropolitana ABC: Vera Lucia Alves da Rocha – ACE de Diadema RA 3 – Região Administrativa Metropolitana Alto do Tietê: William Cotrim Paneque – ACE de Guarulhos RA 4 – Metropolitana Oeste: Moacyr Correa Felix Junior – ACI de Barueri RA 5 – Litoral Paulista: Eliseu Braga Chagas – ACI de Itanhaém RA 6 – Vale do Paraíba: José Antonio Saud Junior – ACI de Taubaté RA 7 – Campinas: Adriana Maria Garavello Faidiga Flosi – ACI de Campinas RA 8 – Jundiaí: Elton Vilela de Moura Monteiro – ACI de Jundiaí RA 9 – Sorocaba: José Alberto Cépil – AC de Sorocaba RA 10 – Vale do Paranapanema: Ernesto Melo Bonilha – ACI de Itapeva RA 11 – Ribeirão Preto: Francisco Carlos Julio Pinghera – ACI de Ribeirão Preto RA 12 – Bauru: Patricia Aparecida Rossi – ACI de Bauru RA 13 – Araçatuba: Mauricio Pazian – ACI de Birigui RA 14 – São José do Rio Preto: Antonio Carlos Parise – ACI de São José do Rio Preto RA 15 – Região Administrativa de Marília: Adriano Luiz Martins – ACI de Marília RA 16– Baixa Mogiana: José Eduardo Rodrigues de Carvalho – ACI de Mococa RA 17–Presidente Prudente: Ricardo Anderson Ribeiro – ACI de Presidente Prudente RA 18– São Carlos – Indicação postergada. RA 19– Franca: João Carlos Cheade – ACI de Franca RA 20– Alta Noroeste: Felipe Daniel Fernandes Garcia–ACE de Cardoso

Uma vitória das micro e pequenas empresas

Chegou a hora de deixar esquerda e direita de lado e votar pelo Brasil, pelo crédito, pelos consumidores e pelas pequenas e micro empresas. Conquistamos a aprovação do Cadastro Positivo, que amplia o acesso ao crédito de milhares de consumidores que não têm como comprovar renda ou por algum infortúnio estão com o nome no SCPC. E o fortalecimento do emprego e da renda no Brasil foram os temas do meu primeiro discurso no Congresso. Essa é a Política do Bem.  Vamos juntos continuar fazendo acontecer a Política do Bem! Marco Bertaiolli Deputado Federal – #MandatoDeResultados

5 Motivos para se Associar

Todo empresário, sobretudo os mais novos, já se questionaram o porquê de se afiliar a uma Associação Comercial,  Empresarial e de Serviços. Pode parecer pouco natural buscar por mais uma “conta a pagar”, através da contribuição, principalmente quando se está no começo do negócio, ou ele já funciona há muitos anos sem nunca ter tido contato com uma Associação. Alguns empresários podem já ter uma boa fatia de mercado e achar inútil se reunir com outros empresários para tentar expandir seu market share. Muitos podem simplesmente não saber o que realmente faz uma Associação, e o que ela pode fazer por eles. O caso é que ainda existe uma falha  de comunicação entre Empresas, comerciantes, Prestadores de Serviços  e Associações. De um modo geral, a ACISC é uma organização que valoriza o coletivo. Através dela e de acordos feitos entre seus associados, muitos serviços e produtos são disponibilizados para uma comunidade de empreendedores de forma muito mais acessível, e de forma que há benefícios compartilhados entre essa comunidade. Fechar acordos com Associações ajuda tanto o fornecedor quanto os associados, pois ambos têm papéis que constantemente se invertem ao longo do tempo. Um dia você oferta algo com alguma vantagem e outro dia usufrui dessa vantagem com outra ferramenta ou serviço. Justamente por isso, listamos alguns benefícios de se estar filiado a ACISC, para que se consiga refletir a importância desse olhar coletivo: Networking: pode parecer o mais óbvio dos propósitos dentro de uma Associação, e alguns podem até achar que impulsionar seu relacionamento com outros players do mercado não leve a nada. Porém, o caso é que não importa o quanto você tenha de fatia no mercado, clientes e fornecedores vem e vão, e é preciso ter boas relações com outros possíveis parceiros comerciais. Só assim se expande, e também se sobrevive em tempos de crise. Retrato do mercado: é possível ter contato com concorrentes, com empresários experientes e com dados mercadológicos que são conquistados com relacionamento e pesquisas promovidos pelas Associações. Esse retrato do mercado é crucial para a tomada de decisão diária da empresa, e tê-lo de forma confiável e fácil é, sem dúvida, uma das maiores vantagens. Acesso a serviços mais baratos: suponha que sua empresa está enfrentando um processo. Advogados e processos jurídicos são caros. As Associações oferecem serviços de advogados mais baratos para seus membros, de forma que o custo é menor para o empreendedor, assim como a qualidade do serviço que pode garantir sucesso em seu processo. O mesmo acontece com consultores empresariais, especialistas em RH, entre outros. Incentivo ao mercado: a troca de serviços, produtos, contatos, experiência, tudo isso leva a um único e primordial fator: a movimentação do mercado. Através dessas oportunidades, estar vinculado a uma ACE permite ao empresário estar mais próximo de potenciais clientes e entender como se aproximar deles de forma mais eficaz, além de reduzir custos na busca por novos contatos comerciais. Segurança na hora de fechar novos negócios e agilidade na análise de crédito. Com os Novos Serviços SCPC você mantem os riscos sob controle evitando assim perdas e fraudes, usando o “melhores vendas” sabe o limite de crédito adequado, de acordo com o perfil de cada cliente , e ainda reduz o custo com ações de cobranças e inadimplência.